AMOR À DISTÂNCIA NÃO REPRESENTA O FIM

Imagem: por Sheepie Meili
Será que é possível manter um relacionamento quando o casal precisa ficar afastado por muito tempo? Enquanto alguns acreditam que é impossível e que a relação só tem sucesso em histórias da ficção, outros apostam nas possibilidades.

E para que a distância não seja um problema eles investem em várias alternativas como emails, ligações, recados nas redes sociais e sempre que possível uma viagem para encontrar o par ideal. Existem até aqueles que resgatam a antiga tradição de mandar cartas de amor. Não é uma prática comum, mas para quem gosta da ideia, vale lembrar que elas podem se transformar em uma ótima maneira de manter o registro das promessas e de momentos importantes do casal.

Para quem busca inspiração, um bom exemplo é a história divulgada esta semana na imprensa. A notícia é sobre um casal que recuperou as cartas trocadas no início do namoro. Eles casaram há setenta anos quando ela tinha 18 e ele 19 anos, mas logo depois ele foi enviado para a guerra e precisaram ficar afastados por um longo período. Agora eles têm a possibilidade de reviver uma boa parte da história por meio da leitura destes registros do passado.

Pode parecer um romance retratado em livros e filmes, mas esta é a história real de um amor que resistiu a distância. Por isso, evite determinar regras para o amor, lembre que ele pode acontecer em qualquer momento e a distância nem sempre representa o fim.

Sheila Rigler
A partir do site Parana Online. Leia no original

Postar um comentário

0 Comentários