Douglas viu Tatiana no metrô, puxou assunto no meio do vagão e pediu o telefone da jovem, mas ela deu o número errado. Mesmo assim, os dois se casaram, tiveram um filho e estão juntos até hoje

Como será que você conheceu o grande amor da sua vida? Quando o assunto é amor, tem cada história, que nós chegamos a nos surpreender. Na estréia de “O Cupido”, você vai saber como a Tatiana conheceu o Douglas.

Quando o assunto é amor, não há GPS que informe o caminho certo. O jeito é arriscar. Foi o que fizeram Douglas Oliveira Santos e Tatiana Felicissimo Santos. O tempo todo a vida nos coloca diante de escolhas. Cada uma delas abre possibilidades diferentes. Todas escondem o destino e o próprio futuro. Dependendo a opção, nós podemos viver decepções, surpresas e alegrias.

O Douglas, por exemplo, era um rapaz de Ipatinga que, em 2001, estudava em São Paulo. Ele estava solteirão, sem namorada e sem grandes novidades no dia a dia. “Eu saia da república onde morava e ia para a faculdade a pé. Ia para o trabalho a pé. Eu andava tudo a pé. Era tudo pertinho”, conta.

Mas, um dia, Douglas resolveu mudar seu rumo e escolheu um novo caminho. Em uma tarde de domingo, acompanhado de um amigo, ele decidiu fazer algo diferente do que estava acostumado, e eles foram almoçar em um shopping na Zona Norte e foram de metrô. “Quando a gente chegou na estação, a gente estava conversando. Era domingo, não tinha muito movimento”, lembra,

De repente, no meio do caminho de Douglas, surgiu Tatiana. Ela estava seguindo seu trajeto habitual de domingo. “Eu estava toda descabelada, de camiseta, calça e tênis, tênis bem velho. Passei que nem uma maluca no metrô indo para casa”, conta a jovem. “Ela parou um pouco depois da gente. Eu achei a moça bonita, mas eu sempre fui muito tímido”, diz Douglas.

Douglas e o amigo sentaram no mesmo vagão de Tatiana e ficava procurando ela com os olhos. “Ele ficava olhando, virando a cabeça. Eu falei: ‘será que eu conheço? Por que ele não para de olhar?’”, lembra a jovem. “Aí eu percebi que ela olhou para mim. Eu pensei: ‘ela está retribuindo o olhar, pelo menos’”, revela Douglas.

Na estação Val Paraíso, o vagão esvaziou, e Douglas decidiu falar com Tatiana. Ele sentou do lado dela e puxou assunto. Duas estações depois, ela ia descer. Douglas, então, decidiu pedir o telefone dela. Tatiana ficou desconfiada e deu o número errado. Mas logo se arrependeu.

Seguindo uma idéia do pai, Tatiana ligou para o número que tinha dado para Douglas, contou toda a história e pediu para a mulher que atendeu o telefone para dar o celular dela para o Douglas.

Já com o número correto, Douglas ligou para o celular de Tatiana e eles começaram a sair. Começaram a namorar, noivaram, casaram, tiveram filho e estão juntos até hoje.