POR AMOR, PADRE FOGE COM JOVEM DE 18 ANOS

Em Carvalho, Portugal, as opiniões dividem-se entre populares incrédulos e aqueles que consideram o comportamento do padre Rui uma “atitude de homem”. A maioria, no entanto, chocada. Quase que esta história se poderia igualar à de Eça de Queiroz, de "O Crime do Padre Amaro", não fosse o jovem padre ter fugido com uma jovem fiel. A fuga foi o resultado de uma recusa: o padre Rui – com 26 anos e apenas 16 meses de sacerdócio - fugiu com Fátima, de 18.

Desapareceram no final da semana passada, depois de o jovem padre ter pedido “permissão” à família de Fátima para se casarem. Mas os pais adotivos da jovem, tradicionalistas, recusaram a idéia. O sacerdote esperou então que Fátima completasse os 18 anos – que fez um dia antes da fuga -, escreveu uma carta de despedida ao arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, e fugiu com ela, ao que tudo indica, para Espanha.

Rui Manuel Saraiva Pereira - pároco em Basto, Santa Tecla e Borba da Montanha – foi ordenado padre em Braga, no dia 20 de Julho de 2008.

A partir do Diário de Notícias (Portugal). Leia texto original

Postar um comentário

0 Comentários