O MITO DO AMOR IMPOSSÍVEL


O Amor ou é ou não é.
Ou se sente ou não.

Se se sente, existe logo é possível, se não se sente não é, não existe portanto o impossível fica de fora.

Associa-se amor impossível a um amor não correspondido ou amor a alguém que não se pode ter.

Amor correspondido implica pois condição, se tal condição não se der, deixa por isso de ser amor?

Quem diz que amor só se pode conjugar no plural, se for no singular quem poderá afirmar que é impossível?

Eu amo, logo quero, por associação tenho possuo!

Ninguém é dono de ninguém nem mesmo no amor.

Será pois impossível amar alguém que não se pode ter?

Se existe alguém que é a razão do meu sorriso, impossível é eu deixar de sorrir.

Amor é mais do que condição ou posse.

Amar é dar e, só se pode dar o que se tem.

No amor não existe o se, ou se sente ou não se sente.

O amor ou é, ou não é, logo o impossível fica de fora.

Postar um comentário

0 Comentários