DIA DOS NAMORADOS : AINDA DÁ TEMPO ?

Ainda dá tempo de arrumar um par para o Dia dos Namorados ? Com a proximidade da data, o clima romântico, o apelo publicitário lembrando a cada momento do quanto é bom estar com alguém, quem está sozinho acaba se sentindo como “um peixe fora d’água”. Mas sempre é tempo de conhecer alguém especial e conquistar um coração. Quem garante é Marlene Heuser, que há 13 anos se dedica a aproximar casais e já uniu mais de 1000 pares, à frente da Agência Golden Years.

Ela lembra que, para conhecer alguém especial, é preciso, antes de tudo, ser também uma pessoa especial. Isso significa, por exemplo, que não dá pra ter pressa e agir no desespero apenas para não passar o dia 12 sozinho. “Quem quer um relacionamento sério e duradouro sabe que é preciso investir tempo e dedicação para isso”, lembra Marlene.

Quem tem um perfil mais introspectivo, é claro, pode ter um pouco mais de dificuldades para encontrar a cara-metade. Mas não dá pra esperar que a pessoa certa caia do céu. “Se você ficar trancado em casa se lamentando, ninguém vai aparecer batendo em sua porta”, garante. Além do mais, é preciso estar de bem com a vida, gostar de si mesmo, ser uma pessoa confiante, alto astral, que sabe expressar os seus desejos, para que o encontro possa ser realmente especial. “A carência sempre atrai relacionamentos insatisfatórios.E ninguém gosta de conviver com alguém cabisbaixo, rabugento, ‘pra baixo’”, complementa. Marlene Heuser aponta ainda que é comum as pessoas idealizarem demais uma pessoa quando estão na busca de um novo companheiro ou companheira, como se houvesse um príncipe encantado ou uma mulher-maravilha.

“Isso só dificulta ainda mais o processo de efetivar uma união, pois quando idealizamos muito um companheiro, nos decepcionamos com facilidade. Nesses casos, nos tornamos muito exigentes e não nos damos conta de que nem sempre temos a oferecer o que estamos exigindo. Todos temos defeitos, mas todos também temos qualidades maravilhosas, que podem encantar o outro em um relacionamento. No entanto, precisamos estar abertos a ver no outro essa pessoa bacana, dando ênfase aos pontos positivos e minimizando os defeitinhos", sintetiza.

Em resumo, Marlene admite que não existe fórmula milagrosa para alguém que quer arranjar namorado ou namorada, mas garante que a felicidade duradoura é possível quando a pessoa está consciente do que quer. “Quem quer de verdade um relacionamento maduro tem que apostar com tranqüilidade na escolha de um parceiro com quem tenha afinidades fundamentais como caráter, projetos de vida, nível intelectual e não apenas com pequenos gostos", completa.

Matéria publicada originalmente no site Bem Paraná. Leia texto integral.

Postar um comentário

0 Comentários