PAIXÃO PROIBIDA: NEM SEMPRE FICAMOS COM NOSSO AMOR DE ALMA

"Bem conheci um rapaz no bate papo, conversamos por alguns meses, até que depois de alguns meses decidimos nos encontrar.E quando nos encontramos pela 1° vez foi aquela loucura, e parecia que já nos tínhamos visto antes, fizemos amor, maravilhosamente, conversamos e tivemos a mesma sensação que já estivemos juntos e eu que já tinha conhecido ele de algum lugar,e essa sensação é forte apesar que ele tem 26 anos e eu 36 ele tem namorada e eu sou casada, mas toda vez que se encontramos eu e ele nos completamos. Ele se apaixonou por mim e eu por ele, então decidimos dar um tempo, mas não conseguimos. Eu gostaria de saber o porque dessa sensação forte de conhecer ele de algum canto?"
Depoimento anônimo por e-mail

Esta comunidade foi criada especialmente para aquelas pessoas que acreditam num sentido para a ligação entre as pessoas. Cremos em vidas sucessivas e, raciocinando sobre o tema, achamos viável e comum reencontrarmos pessoas que nos foram caras em outras vidas. Um amigo, um parente e, com ainda mais razão, um grande amor. Como se diz no livro "Só o amor é real", "alguns dos momentos mais comoventes e importantes de nossa existência são aqueles em que descobrimos e reconhecemos" nosso antigo amor.

O destino (ou que nome venha a ter) determina este encontro. Agora, o que decidimos fazer depois depende de opção ou do livre arbítrio. "Uma opção errada ou uma oportunidade perdida pode resultar em incrível solidão e sofrimento" (Brian Weiss).

Por isto, acredito que esta pessoa que reencontrou provavelmente seja sua "amor de alma". Mas o fato de sê-lo não implica, necessariamente, que possam ou queiram ficar juntos nesta vida. Acredito que nem sempre as pessoas se casam com a alma à qual estão ligadas. Às vezes esta outra pessoa está desejosa e disponível para unir-se a nós, reconhecendo a paixão e a química que existem... “os laços íntimos e sutis que envolvem conexões ao longo de muitas vidas” (Brian Weiss). Mas esta alma, apesar de nos ser “destinada” (nunca se esqueça da existência do livre-arbítrio), pode nos ser naquele momento prejudicial. Tudo faz parte do desenvolvimento espiritual.

Se um dos espíritos ainda carece de conhecimento e desenvolvimento emocional, traços de violência, cobiça, ciúmes, ódio e medo podem interferir no relacionamento. São tendências prejudiciais ao outro, ainda que ambos sejam unidos pelo amor. Daí, você pensa que pode ajudá-lo a crescer... Mas ele nem sempre é permeável às suas palavras ou boas ações .

Entendo teu conflito e, de certa maneira,  vivi uma situação semelhante com meu marido, que esteve casada por dezenove anos, tem um filho do primeiro casamento e, também, é um pouco mais velho (dois anos). Tuas dúvidas passaram pela cabeça dela, talvez na mesma proporção, mas o amor que nos uniu foi tão arrebatador que nos conhecemos pela internet e entramos uma espiral de acontecimentos que nos levou ao casamento. Nos conhecemos pessoalmente em setembro de 2001, ficamos noivos em 1o. de janeiro de 2002 e casamos no mesmo ano, em maio. Nos unimos baseados num sonho e deu certo, apesar da distância que nos separava (400 quilêmetros entre uma cidade e outra). Mas hoje posso dizer que ele, apesar das dúvidas de uma decisão como esta, decidiu enfrentar tudo porque, reconheço, eu soube expressar o que sentia.

E digo que, até então em minha vida, não havia agido assim. Tive imediatamente antes dele um namorado com o qual fiquei cinco anos  e o qual imaginava me amar muito. Mas da minha parte, embora atenciosa, carinhosa e grata pelo que ele sentia por mim, não conseguia sentir por ele o mesmo. Resultado : não dizia que o amava, pois não tinha este sentimento para expressar. Apenas do final de nosso relacionamento, quando já estava "acomodada" e acreditava que ficaríamos juntos para sempre, quando já não tinha coragem de mudar tudo, passei a dizer que o amava, mas não era verdade. E tenho certeza que ele também sabia disso.

Sei que posso estar te assustando, mas lhe dou a impressão de uma mulher que também achava que tinha dificuldade de manifestar seus sentimentos. Mas com o tempo o que vi é que não tinha dificuldade, tinha sim a falta de um sentimento (o amor) que justificasse me expressar com liberdade e alegria.

Acredito, então, que o teu relacionamento precise de tempo, de certeza que você não terá por enquanto. 

Por ora, lhe digo que a oportunidade da existência é uma chance de crescimento e, por erros do passado ou do presente, às vezes crescemos mais estando longe um do outro. Mas esta condição é seu coração, somente, que poderá determinar. Só não cremos no acaso. A vida não é um jogo, mas uma caminhada. Às vezes estamos acompanhados, e outras sozinhos. Mas sempre estamos caminhando e, com certeza, vamos nos reencontrar e nos reconhecer em algum momento.

Um forte abraço e boa sorte.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Editor

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

9 comentários :

  1. Olá...quero muito entender o que esta acontecendo. Tenho 32 anos,sou casada a 8 anos, tenho uma filha de 2 anos. Meu marido uma pessoa companheira, sempre fomos muito amigos e parceiros um do outro, temos os mesmos gostos, constuimos nossos bens e vida sempre juntos. A pouco mais de 3 meses conheci um rapaz...ele se declaraou para mim...disse coisas lindas...mas no momento em que ele se declarou eu já sentia uma forte atração pelo mesmo, cada vez que o via na academia, minhas pernas tremiam e tremem até hj, nós nos aproximamos...a única coisa que aconteceu foram uns 3 beijos...penso nele o tempo todo, só de ve-lo sinto um frio na barriga um desejo imenso, que nunca senti, a noite penso, sinto seu cheiro tenho vontade de sair correndo, ele me pertuba, já por vezes pedi para se afastar (esse sentimento é reciproco) ele se declara o tempo, todo, é romantico, diz que ficara sempre esperando se necessário a vida toda...qdo olho em seus olhos vejo tão longe...sinto como se ele estive vindo de longe, qdo ele toca minha mão me sinto flutuando, meu coração dispara, minhas pernas estremessem, sinto um cheiro diferente no ar...e isso aumenta a cada dia...não sei mais o que fazer..só sei que esta vontade de estar junto de beijar de sentir e avassaladora, não senti isso nem qdo me casei..estou com medo desse sentimento...seria uma provação, seria um amor de alma? me deem um sinal uma orientação...estou muito aflita e não quero estragar uma vida por uma loucura ou paixão momentanea..esse sentimento esta em mim (nós) a 3 meses e não passa só aumenta...e ela não cobra nada, mas precisamos nos ver todos os dias, os dias que não nos vemos são terriveis, ambos adoecem e ficam mal, no dia seguinte qdo nos vemos tudo passa..tudo fica bem, apenas com um olhar e um toque nas mãos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oque você tem a fazer e parar e pensar por três vezes e ver se realmente é isso que você que, pois pode ser só uma pequena aventura amorosa, e também tem o fato de que tudo que é escondido é mais gostoso,e na vardade o que faz ser bom é a adrenalina a sensação de aventura e coisas a mais que aumenta a sensação de que você esta amando essa pessoa...

      Excluir
  2. Isso e coisa do capeta, a pessoa casada e com filhos há anos o marido gente boa, provavelmente fiel, E ela quer sair com o cara, acabar com o casamento, acabar com tudo! Isso e coisa do capeta!

    ResponderExcluir
  3. coisa do capeta quem foi que escreveu essa coisa endiota, e totalmente normal quando estamos casados a um tempinho sentimos atração por outros rapazes, pois cansa fazer a mesma coisa todo dia, e preciso renova,pois estou passado pela mesma situação,e toda vez que converso com ele cinto um friozinho na barriga coisa de adolescente pois já não sintia isso a muito tempo, pois também sou casada e tenho uma filha de 6 meses,não sei se o amo se é atração ou paixão.

    ResponderExcluir
  4. EU ACHO QUE SE NÓS ACHARMOS NOSSA ALMA GEMEA; SÓ COM O OLHAR DE UM PARA O OUTRO,JA SABEMOS.
    É UM OLHAR.APENAS UM OLHAR.
    MAS UM OLHAR ,QUE DIZ 1 MILHÃO DE PALAVRAS AGENTE SENTE:O AMOR,OUVE VARIOS EU TE AMO ,APENAS COM UM OLHAR!DA UMA VONTADE LOUCA DE CORRER PARA SEUS BRAÇOS,BEIJAR ABRAÇAR.
    SENTIMOS TUDO DE BOM!
    O AMOR DE ALMAS,NÃO É APENAS UMA ATRAÇÃO OU SEXO.É DIFERENTE .
    QUANDO É BROIBIDO; OU SEJA AMBOS SÃO CASADOS: BASTA VOCÊ VER AQUELA PESSOA PARA O SEU DIA FICAR MAIS FELIZ,MESMO QUE ELE(ELA)NÃO TE VEJA.
    NÃO TEM EGOISMO NEM COBRANÇAS.NÃO PRECISAM SE FALAR SE TOCAR.BASTA UM SORRISO,UM OLHAR.
    AGENTE FICA FELIZ MESMO NÃO ESTANDO JUNTOS,VENDO AQUELA PESSOA FELIZ!MAIS QUE DA VONTADE DE JOGAR TUDO PRO ALTO E IR VIVER ESSE AMOR DAR.
    SO´DE FICAR PERTO JA É MARAVILHOSO ,MESMO SEM DIZER UMA SÓ PALAVRA.
    O PROBLEMA É QUE DÓI MUITO,MUITO MESMO DE FICARMOS SEPARADOS!
    TEM DIA QUE MEU CORAÇÃO DÓI,DÓI TANTO; QUE PENSO QUE SERIA MELHOR PARTIR DESSA VIDA!!!!

    ResponderExcluir
  5. Então você aí ! Faz um dezafio , a Sra. Vai se relacionar com este rapaz as escondidas, sem ninguém descobrir! E continue com seu marido, vamos ver aonde vai dar! Se der tudo certo parabéns, mas lhe garanto, você vai se arrepender! Mas se a coisa der errada , vem aqui e me diz! Me estrepei!

    ResponderExcluir
  6. Coisa de mulher vagabunda e ponto. Vai deitar na cama com ele, isso vai passar e no fim vc terá perdido TUDO: Seu marido, filha, sua história, sua dignidade e o seu pênis "de ouro" da academia. Acorda!

    ResponderExcluir
  7. é muito triste mesmo essas histórias pois eu também sintir isso por uma pessoa mais sou souteira quem é casado é ele nunca nos beijamos só apenas ohares e cumprimentos não sei se é coisa do capeta mais não quis viver pra saber mais lembro dele todos os dias com muito carinho amor e respeito, sofro por não poder vê-lo mais ele sempre mim respeitou muito acho que isso é o verdadeiro amor de alma gostamos muito um do outro mais não podemos.

    ResponderExcluir
  8. nossa lendo esse site estou mudando de idéia criticava muito os homens poreles serem muitos safados, generalizava porque não tive muita sorte no amor mais vejo aqui quer tem muita mulher safada até pior do que os homens igual aquela da criança de 6 meses e ainda nem sabe o que sente pelo outro, agora tenho certeza que respeito é individual depende de cada um querer vou esquecer esse ditado homem não presta e vou me dar uma chance de ser feliz.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;