O livro que sugerimos para este Dia dos Namorados ensina sobre emoções e sentimentos A obra Alfabetização Afetiva, de Lousanne Arnoldi de Lucca, fala do despreparo para gerenciar o nosso mundo interior e nos ensina a lidar com nossos sentimentos, emoções, culpas e frustrações e a entender o mundo da afetividade. A sugestão é da Editora Vida & Consciência, publicadora dos romances de Zibia Gasparetto. Mesmo num mundo marcado pelas grandes revoluções tecnológicas e pela modernidade, a maior dificuldade do homem ainda é o seu relacionamento com suas emoções e sentimentos, que ora são suaves e harmoniosos e ora são avassaladores e desestabilizantes. 

"Escrevi este livro na intenção de facilitar uma reflexão daqueles que estão no processo da autodescoberta. Conhecendo mais a dinâmica de nossas emoções vivemos melhor, pois adquirimos um código capaz de atenuar, aos poucos, o nosso analfabetismo emocional. Para um mergulho interior são necessárias algumas ferramentas que facilitem o processo. Esse livro pode ser uma das ferramentas para se chegar a esse fim", diz a autora.

Alfabetização Afetiva aborda temas como o certo e errado, defesas e resistências, vitimismo, medo, amor, amor próprio, liberdade, sexualidade, culpa, preocupações, raiva, orgulho, solidão, tristeza, depressão, êxito, fracasso, alegria, humor, prazer, felicidade e paz que fazem parte dos relacionamentos. Por meio desses temas, a autora propõe questionamentos que ajudam o leitor a se autodescobrir e a detectar possibilidades de mudanças para uma vida melhor. "Vivemos numa época em que os conceitos, os valores e as crenças mudam tão rapidamente que perdemos o pé das situações com muita facilidade. Já não sabemos mais o que é certo e o que é errado, como devemos agir. Na maioria das vezes entramos em conflito com nós mesmos, pois conseguimos enxergar que algumas coisas estão certas, mas não se encaixam na gente, enquanto o que para nós é um erro está sendo cometido por muitos", lembra Lousanne.

De acordo com a escritora, temos que aprender a lidar com nossos conflitos e conceitos de forma afetuosa, pois a força da imposição não conserta nem educa, só produz medo e revolta. "Não há contra o que guerrear. Há apenas o que conhecer, o que experimentar, o que compreender. O mundo não está errado, mas a nossa maneira de interpretá-lo pode estar inadequada. A paz chega com a compreensão, com a aceitação da vida", ensina.

Sobre o livro

Alfabetização Afetiva traz uma abordagem metafísica das nossas emoções e sentimentos para que possamos identificar possibilidades de mudanças e para deixar fluir a vida, trabalhando com o melhor de cada um, fazendo com que o processo de desenvolvimento seja fácil e tranqüilo. "Minha intenção é aproximar a psicologia da espiritualidade, incentivando as pessoas a se olharem e a se autoconhecerem para estarem mais próximas de Deus", ressalta Lousanne.


O intuito do livro é ajudar o leitor a encontrar um ponto de equilíbrio, a compreender o mundo da afetividade e viver em harmonia consigo e com o mundo. A obra induz o leitor a fazer vários questionamentos para que realizem um mergulho interior. Assim, cada um poderá descobrir a sua própria verdade. De acordo com a autora, conhecendo mais a dinâmica das emoções, vive-se melhor e adquire-se um código capaz de atenuar aos poucos o "analfabetismo emocional". "Cabe a cada um, como espíritos livres, a responsabilidade pelo próprio destino", define a autora.

O livro procura fazer com que as pessoas tornem-se um ser humano melhor e mais feliz, enxergando o mundo apenas como um reflexo do seu comportamento. Não espere por um milagre, faça! "A vida sem significado não faz sentido", sugere a Lousanne.

Sobre a autora

Nascida em São Paulo, no bairro do Ipiranga, no dia 11 de outubro de 1951, Lousanne Arnoldi de Lucca é professora aposentada da Prefeitura Municipal de São Paulo e conselheira Metafísica. Sua formação acadêmica inclui as faculdades de Ciências Políticas e Sociais pela Escola de Sociologia e Política do Estado de São Paulo e de Pedagogia pelas Faculdades Associadas do Ipiranga. É pós-graduada em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras São Marcos.

Em 2005, no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou os cursos de expansão Cultural nas áreas de Recursos Terapêuticos e Trabalho Grupal na Abordagem Junguiana. Entre 1973 e 2006, atuou como orientadora e professora em cursos sobre autogerenciamento, bioenergética, sexualidade humana, crescimento espiritual, metafísica e autoconhecimento. Por mais de 20 anos ministrou aulas sobre afetividade e sexualidade no Centro de Estudos Os Caminheiros, como voluntária. Foi coordenadora do Meta Center, onde também atuou como conselheira. Paralelamente, entre 2000 e 2004, comandou o programa semanal Mais Perto de Você, na Rádio Mundial. Atualmente ministra aulas de Psicologia e Bioenergética no Espaço Vida e Consciência, em São Paulo. Também publicou alguns ensaios na área da educação, sob coordenação de professores de pedagogia. Livros publicados:
Atuação Psicopedagógica - Uma Abordagem Preventiva - in atribuições do coordenador pedagógico - De Circe Ferreira Lamonico - Editora Edicon (1986)

Serviço:
Livro Alfabetização Afetiva
Autora: Lousanne Arnoldi de Lucca
191 páginas  - Editora Vida & Consciência
Compartilhe no Google Plus

Sobre Editor

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;