Quem será que me chega
Na toca da noite
Vem nos braços de um sonho
Que eu não desvendei
Eu conheço o teu beijo,
Mas não vejo o teu rosto.

Quem será que eu amo
E ainda não encontrei
Que sorriso aberto
Ou olhar tão profundo.
Que disfarce será que usa
Pro resto do mundo.
Onde será que você mora
Em que língua me chama
Em que cena da vida
Haverá de comigo cruzar
Que saudade é essa
Do amor que eu não tive

Por que é que te sinto se nunca te vi
Será que são lembranças
De um tempo esquecido
Ou serão previsões
De te ver por aqui... então vem!
Me desvenda esse amor
Que me faz renascer.
Faz do sonho algo lindo
Que me faça viver.

Diz se fiz com os céus algum trato
Esclarece esse fato
E me faz compreender.
Esse beijo, esse abraço na imaginação
E descobre o que guardo pra ti
No meu coração
Mas deixa eu sonhar, deixa eu te ver.
Vem e me diz: quem é você

Música: Quem é você?
Composição: Isolda e Eduardo Dusek
Intérprete: Simone
Música do CD "Simone Bittencourt de Oliveira" de 1995.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Editor

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

6 comentários :

  1. A letra dessa música é tudo que há de mais lindo!
    Os grandes amores, muitas vezes, só em sonhos chegam até nós.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Nossa muito lindo e parece muito com o que sinto ,sinto saudade de alguém q nem conheço,amo ALGUÉM sem nunca conhecer o rosto,fico na espera desse amor.AMO,SEM SABER QUEM ÉS.É ESTRANHO MAS REALMENTE É ASSIM QUE ME SINTO.SINTO QUE AINDA ESTÁS LONGE DE MIM,TALVEZ ATÉ EM OUTRA CIDADE,NÃO SEI.SÓ SEI QUE TE ESPERO E FICO FELIZ SÓ DE PENSAR QUE TE ESPERO,SEI QUE VAI CHEGAR COMO NÃO SEI E NEM SEI QUEM É.TE ESPERO, ALMA GÊMEA TALVEZ ME ENCONTRE AQUI NESTE SITE A TUA PROCURA...BJOS SEMPRE TUA...BENY

    ResponderExcluir
  5. Era noite. Estacionei o carro e saimos para ver o mar. Ela parou na calçada e a olhei por trás. Havia perdido peso. Estava magra, como sempre fora, mas agora estava mais. Olhei-a e pensei: " Esta é a mulher que amo". Nos sentamos na calçada, junto a umas pedras. A noite estava muito bonita, mas não havia lua em Natal. Conversamos, discutimos, brigamos, a abracei e os beijos vieram, um atrás do outro. Mas estávamos perdidos na dor, embalados pelo sofrimento, eu sem chão, ela sem o filho que deveria estar na barriga, alguém que coroaria esse amor.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;