É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado.

É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando.

Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitimiza. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O re...bolado.

Difícil amar quando o outro fica cada vez mais diferente do que habitualmente ele se mostra ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja.

Difícil é permanecer ao seu lado quando parece que todos já foram embora. Quando as cortinas se abrem e ele não vê mais ninguém na plateia. Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro.

Difícil é amar quem não está se amando.

Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o outro mais precisa se sentir amado. Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Editor

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

7 comentários :

  1. É complicadooo amar tem muitas armadilhas só temos que saber passar!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. HOJE TIVE UM SONHO QUE ME FEZ PROCURAR NA INTERNET SONHOS COM OUTRAS VIDAS, E AQUI ESTOU ESSCREVENDO, TENHO UM RELACIONAMENTO A SEIS ANOS E MEIO E O MEU PRIMEIRO NAMORADO, NOS BRIGAMOS MUITO E JA TENTAMOS NOS SEPARAR VARIAS VEZES MAS POR ALGO INEXPLICAVEL NUNCA CONSEGUIMOS, JA CHEGAMOS A TER OUTROS NAMORADOS LARGAMAVOS ELES E REATAVAMOS, EU NÃO SOU ESPIRITA MAS ME IDENTIFICO COM A DOUTRINA E ADORO LER LIVROS ESPIRITAS, ENTÃO NA NOITE DE ONTEM SABADO FUI DORMIR CHATEADA POIS ELE NÃO QUIS SAIR DAI FIQUEI REFLETINDO SOBRE MEU NAMORO,SERA Q VALE A PENA SERA Q NÃO POSSO CONHECER OUTRA PESSOA E VIVER DIFERNTE JA Q BRIGAMOS TANTO, POIS Q FUI DORMIR E SONHEI Q ESTAVA EM UMA CIDADE Q NUNCA VI ANTES E Q CONVERSAVA COM UMA MOÇA Q CONHEÇO HJ NOS JA TRABALHAMOS JUNTAS E FICAMOS AMIGAS, POIS Q NO SONHO ELA ERA MINHA AMIGA E NOS DIA DO SEU CASAMENTO ELA ME CONFESAVA Q TINHA SE APAIXONADO PELO NOIVO DE SUA PRIMA MOÇO NO QUAL ELA IA SE CASAR, E EU TRISTE ESTAVA ALI PARA CONTAR A VERDADE PARA ELA Q EU TBEM ESTAVA APAIXONADA POR ELE E Q VINHA LHE CONTAR PARA NÃO SE CASAR POIS NOS IAMOS FUGIR NO DIA SEGUINTE, NÃO ME LEMBRO O Q MAS ACONTECEU SO ME VIA EM UMA PRAÇA QUE E Q VIA UMA PARQUE DE DIVERSÃO BEM PERTO,E VIA MUITAS CRIANÇAS EU ESTAVA ALI ESPERANDO ELE E VIA ESSA MINHA AMIGA PASSANDO COM UMA CRIANÇA E BALANÇANDO A CABEÇA PRA MIM COM UM GESTO NEGATIVO Q EU HAVIA FEITO ALGO RUIM PARA ELA, DEREPENTE VINHA UM MOÇO ME ENTREGAR DUAS GAIOLAS VAZIAS EU NÃO ENTENDIA E IA ATRAS DELE, ELE ME FALAVA Q O MOÇO COMPROU AS GAIOLAS E SOLTOU OS PASSAROS E DERA INSTRUÇÕES PARA ELE ME ENTREGAR EU FICAVA PENSANDO Q O TAL RAPAZ Q ATE ENTÃO NÃO O TINHA VISTO NO SONHO NÃO VIRIA MAIS E COMO OS PASSAROS VÃO EMBORA SEGUIR SEU RUMO E NOS TAMBEM, ESTAVA TRISTE QUANDO VI MEU ATUAL NAMORANDO DESCENDO EM MINHA DIREÇÃO SENTIA NO SONHO A SENSAÇÃO DE Q O AMAVA E D Q JA O CONHECIA QNDO ELE PEGOU EM MINHA MÃO E FALAVA PARA IRMOS EM DOIS LUGARES AQUELA NOITE PARA NOS DESPEDIRMOS DA CIDADE JA Q NO OUTRO DIA IRIAMOS EMBORA,ME LEMBRO SO DE UM DESSES LUGARES ERA UMA PRAÇA CHIEA DE GENTE SO Q NESSE MOMENTO JA NOS VIA COM FISIONOMIA DIFERENTE DE HJ, ACORDEI E SENTI Q TINHA UMA RESPOSTA DE ONTEM E COMO SE ALGUEM ME MOSTROU Q FOI DIFICIL FICARMOS JUNTOS ANTES E AGORA SEJA HORA DE VIVER ESSE AMOR DE ANTES, E SINTO Q ESSA MINHA AMIGA Q EU MAGOEI MUITO ANTES, FOSSE NOVAMENTE MINHA AMIGA HJ PARA APRENDERMOS ALGO DIFERENTE, TALVEZ O SEU PERDÃO.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;