Um casal do Estado de Iowa, nos Estados Unidos, que viveu junto
durante 72 anos,  morreu de mãos dadas em um hospital na semana
passada, com apenas uma hora  de diferença. Norma Stock, 90 anos,
e Gordon Yeager, 94, casaram-se em 1939 e tiveram quatro filhos
 Um casal do Estado de Iowa, nos Estados Unidos, que viveu junto durante 72 anos, morreu de mãos dadas em um hospital na semana passada, com um intervalo de apenas uma hora. Norma Stock, 90 anos, e Gordon Yeager, 94, casaram-se em 1939 e tiveram quatro filhos.

Na última quarta-feira, quando iam ao centro da cidade de Des Moines, eles sofreram um acidente de carro. No hospital, foram levados para a unidade de terapia intensiva e os enfermeiros entenderam que não podiam separá-los. "Eles foram colocados no mesmo quarto e ficaram de mãos dadas", disse Dennis Yeager, filho do casal.

Gordon morreu segurando a mão de sua mulher e rodeado por seus familiares. "Foi estranho, eles estavam de mãos dadas e meu pai parou de respirar, mas eu não consegui perceber o que estava acontecendo porque o monitor do coração continuava funcionando", disse Dennis. Uma hora depois, Norma também se foi. "Nenhum deles sobreviveria sem o outro", disse Donna Sheets, outra filha do casal. No funeral, Norma e Gordon continuaram de mãos dadas. Segundo a família, o casal seria cremado e suas cinzas seriam misturadas. “Eles eram um casal à moda antiga. Acreditavam na frase ‘até que a morte os separe’”, resumiu o filho Dennis.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Editor

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

8 comentários :

  1. nossa,que coisa mais linda essa historia, fiquei ate arrepiada...nao sabia que ainda podia existir um amor tao forte!

    http://belezaincondicional.blogspot.com/

    to te seguindo flor!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. que deus nosso senhor os mantenha unidos alem da vida...

    ResponderExcluir
  4. Sim eles viveram um amor eterno e certeza que eram almas gemeas, Deus os tenha na sua eterna gloria e com muita luz

    ResponderExcluir
  5. Esse casal é um exemplo lindíssimo. Antes encontrasse eu uma boa moça para viver até a última expiração com ela.

    ResponderExcluir
  6. Adorei saber disso !
    É um exemplo de que o amor pode ser verdadeiro e durar a eternidade !

    ResponderExcluir
  7. Meus olhos se encheram de lágrimas aqui agora...
    isso sim é amor verdadeiro...
    que Deus os receba no seu reino...
    pois nem a morte foi capaz de separá-los...

    ResponderExcluir
  8. A vida vale a pena quando lemos ou vemos algo tão bonito retirado de, infelizmente, um acidente. São estas histórias que nos enchem de esperança. Só penso que quando existe amor nem a morte separará almas que gostam de estarem juntas. Tá vendo, amor é isso. É encontrar alguém para viver todos os momentos da vida, bons e ruins. Mas quando agente ama, os ruins deixam de existir, viram fases.
    Quando encontramos uma pessoa que vale a pena, não precisamos de outras, porque aquela é o seu bem maior. Na família, este significado é muito importante é o maior ensinamento que você pode passar de pai para filho, de filho para neto... Lembrar que não existe uma alma similar a sua, e sim uma alma com a sua sintonia. Procure sorrir, a vida sorrirá para você também!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;