Meu nome era Rute e o dele Pedro. E nas cenas seguintes pude me ver junto dele, ora sorrindo, ora fazendo amor ou simplesmente abraçados. “Nunca gostei de declarações, mas a amo”, disse Pedro, sorrindo e me beijando. Estava adorando ver, ouvir e saber de tudo aquilo que aconteceu conosco. Fazíamos planos de casar e nos mudarmos para longe, de sermos felizes juntos e que não precisaríamos mais esconder de ninguém que nos amávamos.

Nos encontramos todos os dias às escondidas, sempre debaixo dessa árvore, porque nos parecia um local seguro. Ele não podia assumir o que sentia porque éramos de classes diferentes: eu era pobre e Pedro jamais poderia se casar com a empregada da fazenda, seus pais iriam aceitar. Naquela época eram os pais que arrumavam e escolhiam quem seria o marido e a mulher de cada um. Mas certo dia descobri que estava grávida e, como todos os dias, fiquei esperando-o debaixo da árvore para contar a novidade. Estava muito feliz e tinha certeza que ele ficaria feliz também; que iríamos embora e nos casaríamos; tudo como havíamos planejado. Mas não foi bem assim que aconteceu.

Ele demonstrou felicidade, mas logo disse que não poderíamos ficar juntos, pois estava de casamento marcado com outra mulher. Me vi chorando muito, com muita raiva. Pedro tinha me enganado, me iludido. Cobrei suas promessas de amor, mas ele argumentava que tinha obrigações familiares de se casar e que já estava tudo certo. Sofri muito ouvindo isso, até que me propôs uma vida dupla : queria ficar com as duas, comigo porque gostava e com a outra pelo dinheiro. Falei para me esquecer, que não queria mais saber dele e fui embora.

Mudei para um povoado. Meus pais não me aceitavam mais em casa porque era mãe solteira e acabei sendo desprezada e julgada como prostituta. Esperei meu filho nascer e voltei para fazenda, pois não tinha como criá-lo sozinha. Dei nosso filho recém nascido para ele e parti, culpando-o por toda humilhação que havia passado e, magoada e com raiva, queria também atingi-lo, manchando seu casamento.

Queria fazer com que sofresse e, também por necessidade, comecei a me prostituir, pois queria ganhar muito dinheiro e acreditava ser esta a única maneira de consegui-lo. Logo, no prostíbulo que me abrigou, passei a ser a preferida dos clientes abastados e realmente consegui bastante dinheiro, mas sentia nojo de mim mesma. Sempre vomitava depois de fazer sexo com aqueles homens, mas deixei a raiva que sentia em ter sido enganada acabar com minha vida. Era viciada em cigarros e morri ainda muito jovem, com uma séria doença nos pulmões.

Parecia a mesma doença que havia levado eu, a Raquel, a sofrer nesta outra vida. Seria coincidência? Não me parece e daí a importância dessa transcendental experiência no limite da vida e da morte. Mudei muito depois disso, pois ficou evidente que as circunstâncias dessa vida nada mais são do que consequências de outra vivência.

Mas também sei que não é fácil carregar tudo isso sem sofrer. O que dizer sobre o que eu sinto pelo “Personal”! Está tudo explicado de onde vem esse amor e quando me recuperei contei tudo a ele, pois queria muito que ficássemos juntos. Até cheguei a dizer que deixaria tudo para ficar a seu lado, mas tive que ouvir novamente que gostava de mim como amigo e que não me via como mulher. E mais: disse que amava a namorada, que tinha planos e que não imaginava a vida sem ela.

Foi difícil ouvir tudo isso, mas entendi e até pedi desculpas. Garanti que aceitava ser só sua amiga e que queria apenas continuar mantendo contato com ele. E foi isso que aconteceu. Em setembro fará um ano que tudo isso aconteceu e continuamos conversando até hoje. Já o conheço há quase dois anos e a cada dia gosto mais e me surpreendo com seu caráter, admiro o grande homem que é.

Nos “vemos” virtualmente com a mesma intensidade de antes. Conto minhas novidades e ele as dele. A gente conversa, brinca, ri; sentimos saudades um do outro quando ficamos sem conversar por qualquer motivo, mas sempre nos reencontramos na internet. 

Raquel
Veja amanhã a última parte
Compartilhe no Google Plus

Sobre Editor

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

14 comentários :

  1. È evidente mesmo que as circunstâncias dessa vida nada mais são do que consequências de outra vivência.
    As vezes nos fazemos tais perguntas o pq sofremos tanto , sendo q nos julgamos ser uma boa pessoa , mas não sabemos quem fomos e o q fizemos em outra vida,e qdo sabemos fica tdo esclarecido,por isso devemos ser o mais correto possivel , pra q em outra vida podemos ser mais felizes

    ResponderExcluir
  2. Pois é meus amigos ,parece que eles não estão juntos,era isso que eu estava querendo saber , como deve ser dificil vc ouvir da pessoa que vc tanto ama que ela ama outra pessoa e que com vc ele so quer amizade,ainda mais depois de viver tudo essa experiencia com a pessoa amada , Graças a Deus a minha
    '' historia ''teve um final feliz e hoje eu e o meu amor estamos juntos e somos felizes , ele também tinha uma namorada , mas á deixou pq o que ele sentia por mim era mais forte...è uma pena eles não ter ficado juntos

    ResponderExcluir
  3. Mas eu não entendo... se esse personal conversa com ela a tanto tempo , se ele sempre a ajudou , se ele sabe de tudo que aconteceu pq ela diz ter depois contado pra ele , e tbm por ele ser espirita fica mais facil acreditar em tudo ,acreditar no amor dela e em tudo mesmo ,é dificil acreditar q ele so gosta dela como amiga , sei lá falta alguma coisa ai , se eu fosse essa moça ia atras dos sentimentos dela , deixar um amor passar assim sem fazer nada ....muito triste ..mas vou esperar o final né pra ver... e tentar entender

    ResponderExcluir
  4. Esses tipos de sentimentos é muito dificil'' carregar'' sozinha , sinto em dizer... mas essa moça ainda vai sofrer muito , esse tipo de amor nos acompanha pra sempre , é como uma sombra , sempre vai estar ali,sempre vai ficar o vazio, sempre ela vai sentir que lhe falta algo , sempre mesmo...podem acreditar nisso pois eu sei o que digo experiencia propria.

    ResponderExcluir
  5. Tenho certeza que esse cara gosta dela também ,talvez ate mais do que essa moça possa imaginar.. é que nós homens gostamos de uma maneira diferente das mulheres , eu mesmo sou casado , me casei a 2 meses , vou ser pai , estou com essa pessoa há mais de 7 anos ,gosto muito da minha esposa , mas sinto algo por outra mulher ja algum tempo , também mantenho contato com essa pessoa pelo msn ,adoro estar com ela teclando , ela me faz um bem enorme ,penso nela quase que sempre,sinto um desejo enorme por ela, e sei que ela me ama muito ,ela mesma sempre me diz isso , que é dificil amar e não ser correspondida , q ela queria muito ficar comigo, isso me deixa muito triste ,como eu gostaria de ter conhecido ela ha 7 anos atras, mas não posso deixar minha esposa pra viver o que sinto com essa pessoa , é muito complicado essas situações e eu entendo esse cara e muito......
    ainda bem que ela não sofreu tanto quanto essa moça, senão eu não sei se suportaria deixar de dar o carinho q ela tanto necessita.......

    ResponderExcluir
  6. Comecei a ler hj essa historia posso dizer que essa é a mais bonita historia de amor que já li, e a mais triste também...

    ResponderExcluir
  7. ESSA MUSICA É PRA VC MEU AMOR TE AMO MARCELO
    Por você eu tenho feito
    E faço tudo que puder
    Prá que a vida seja
    Mais alegre
    Do que era antes...
    Tem algumas coisas
    Que acontece
    Que é você
    Quem tem que resolver
    Acho graça quando
    Às vezes louca
    Você perde a pose
    E diz: "foi sem querer"...
    Quantas vezes
    No seu canto em silêncio
    Você busca o meu olhar
    E me fala sem palavras
    Que me ama, tudo bem
    Tá tudo certo
    De repente você põe
    A mão por dentro
    E arranca o mal pela raiz
    Você sabe como me fazer feliz...
    Carne e Unha
    Alma Gêmea
    Bate coração
    As metades, da laranja
    Dois amantes, dois irmãos
    Duas forças, que se atraem
    Sonho lindo de viver
    Estou morrendo, de vontade
    De você!...(2x)

    ResponderExcluir
  8. TE AMO MARCELO...
    Como te reconhecer quando de novo te encontrar
    Se nem mesmo vou saber como quando em que lugar?
    O mundo guarda muitas voltas
    Em outro tempo eu vou parar
    Sem perguntas nem respostas eu te encontro num olhar
    Em outro corpo outro universo
    Outro poema em outro verso
    Em outro sol em outra lua
    Nos braços de outra pessoa
    Vou abrir as portas do meu desejo
    Reviver nosso último beijo
    Embriagar de loucura a lucidez
    Só pra poder te tocar e te amar outra vez
    Se eu pudesse congelar pelo menos um momento
    Depois imortalizar um sonho o nosso sentimento
    Esse amor de outras vidas transende as leis do coração
    Não aceita despedidas e a vida eterna essa paixão...

    ResponderExcluir
  9. o verdadeiro amor espera
    Uma vez mais!!!

    ResponderExcluir
  10. PASSADO, PRESENTE, FUTURO, ESSAS VIDAS NUNCA MAIS SERÃO DESLIGADAS
    POSSO IMAGINAR O QUANTO ESSA MOÇA DEVE AMAR ELE,ABRIR MÃO DA NOSSA PROPRIA FELICIDADE ,ABRIR MÃO DE QUERER A PESSOA , DE ESTAR COM A PESSOA, PRA NÃO (ATRAPALHAR) A VIDA DELE , RESPEITANDO A VONTADE DELE EM FICAR E VIVER COM A NAMORADA, ISSO NÃO É FACIL NÃO.....NÃO É PRA QUALQUER PESSOA NÃO MEUS AMIGOS, SO QUEM AMA DE VERDADE É CAPAZ DISSO,ISSO QUE É AMOR DE VERDADE, MAIS ESSAS PESSOAS SOFREM MUITO TAMBÉM,
    ESSA MOÇA PODE SER CAPAZ SIM DE CARREGAR ESSE AMOR SOZINHA NO LONGO TEMPO DESSA EXISTENCIA , SÓ QUE TB NAO VAI SER FACIL PRA ELA NÃO

    ResponderExcluir
  11. nao concordo........entao o q sinto nao é amor , como assim? eu sou capaz de tudo pra ficar com quem eu amo , de tudo mesmo , o q eu vo ganha pensando nos outros , e eu? e minha felicidade? e em mim quem é que vai pensar?
    primeiro eu , segundo eu, terceiro eu!!!

    ResponderExcluir
  12. O amor é uma doação não uma exigência .
    Quem realmente ama, dá tudo e nada pede.
    Quem pede e exige da pessoa que diz amar ,
    demonstra que verdadeiramente não ama:
    ao contrario revela o egoísmo em alto grau.
    Amar não é receber, é doar.
    Não é pedir, mas proporcionar felicidade
    desinteressadamente.
    O melhor exemplo do amor verdadeiro
    é o das mães, que sabem amar com renuncia

    ResponderExcluir
  13. Hoje venho contar minha triste história mas que ainda não chegou ao fim !Quando adolescente conheci um rapaz que mecheu muito comigo!Foi amor á primeira vista!Todas vezes que eu via ele meu coração batia mais forte , me dava vontade de beijá-lo , eu tinha sensações que mau poderia explicar porque nunca tinha tido namorado!Isso tudo durou por muitos anos! mas era segredo para meus conhecidos dai alguem que eu contei acabou espalhando!então esta outra pessoa que ficou sabendo fez questão de me ajudar foi ate a casa deste rapaz e perguntou sobre ele!dai falaram pra ela que ele tinha se casado!Então ela fez questão de me dizer isso me deixou muito triste,mas o que eu podia fazer!Daí tinha um outro rapaz que gostava de mim e estava a fim de namorar pra casar!Eu nem parei pra pensar porque amar eu nao amava ,mas resolvi dar uma chance ,foi dai que casamos e hoje ja faz alguns anos mas sentimento de um amor como aquele nunca mais tive igual.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;