Bom, diante de tudo o que passei e venho passando, decidi tentar procurar na net as respostas que eu tanto queria. E por um acaso me deparo com o blog Amor de Almas. Eu gosto bastante do espiritualismo e acredito e vidas passadas e coisas inexplicáveis.

Pois bem, essa é a minha história:

Eu tinha acabado de trocar de colégio, tinha meus 14 anos, e acho que foi obra do destino ter ido para essa determinada escola, pois foi lá que eu encontrei a pessoa que jamais saiu da minha cabeça e do meu coração...

Logo na primeira semana de adaptação à nova escola, ele foi a primeira pessoa a me chamar a atenção, com o seu jeito cativante e brincalhão eu comecei a prestar atenção nele. Então me tornei sua amiga. Eu não me lembro ao certo, mas foi tão rápido, que eu acho que não deu nem 15 dias e eu já estava apaixonada por ele.

Ele ficou sabendo e então para a minha surpresa ele se afastou de mim, não sei se foi porque ele namorava, mas isso me deixou bastante chateada. Depois de alguns dias eu acabei indo para uma festinha e fiquei com algum garoto por lá, foi a partir daí que tudo mudou, porque ele teve uma crise de ciúmes ao saber disso.

Fiquei felicíssima, isso pra mim era prova de que ele sentia algo por mim. Depois disso aconteceu que viramos cão e gato, vivíamos brigando, e eu tentava de todas as maneiras despertar ciúmes nele. Isso se ocorreu durante um ano, no outro ano as coisas amenizaram e em vez de brigarmos, nós brincávamos um com o outro. Eu sempre fiquei esperando uma atitude dele em relação a nós, queria que ele chegasse em mim e me pedisse em namoro, ou para ficar, ou dizer que me amava, qualquer coisa, pois eu mesma não tinha coragem de fazer o mesmo!

Todos na escola torciam por nós, e diziam que iríamos acabar nos casando, mas, o tempo passou e nada aconteceu. Eu acabei mudando de colégio novamente, e acabei conhecendo meu atual namorado. É claro que ele ficou com ciúmes quando descobriu que eu estava namorando, e até hoje meu namorado e ele são inimigos mortais, eles se odeiam e o engraçado é que eles nunca se viram pessoalmente, só por internet mesmo. O fato é que desde que eu o conheci não ouve sequer um dia que ele não estivesse presente nos meus pensamentos, hoje em dia não nos falamos mais, e também faz tempo que eu não o vejo. Tenho noticias dele através da internet mesmo, onde temos contas em redes sociais.

Cada um seguiu um caminho, ele namora e acho que esta pra se casar, e eu também, vou me casar ano que vem. Mas o que me corroe é o porque de eu pensar nele ainda, porque de eu amá-lo ainda, e o pior de tudo é que NUNCA ficamos juntos, não ouve nada entre agente. Eu não tenho uma lembrança sequer de nós dois, não tenho nada para recordar, só coisinhas bobas, mas nós nunca nos beijamos nada disso. As vezes eu acho que é coisa da minha cabeça, que eu acabei por colocar essa bobagem toda na minha cabeça e por vive-la sozinha (pois ate hoje não sei se ele algum dia gostou de mim).

Me sinto horrível pelo meu namorado, me sinto traindo ele. Daí eu paro e prometo para mim mesma que não vou mais pensar nele, vou esquecê-lo pra sempre, e eu até consigo por um tempo, ai do nada eu sonho com ele a ponto de me desconcertar! Eu sei que eu fui covarde de não ter tomado iniciativa nenhuma, e me arrependo disso, mas agora é tarde! Eu amo muito meu namorado, mas com o outro é tão diferente a sensação. Eu ficaria ali sentada olhando pra ele o dia inteiro, pra mim já estava tão bom, nem precisaria beijá-lo ou abraçá-lo. Só de ficar perto, sentir o cheiro dele novamente, ouvir a voz dele novamente eu ficaria muito feliz! Eu só queria entender o porque de tudo isso?! Porque de todo esse sentimento se não deu em nada? Será que é só uma fantasia minha? Eu não consigo entender!

Anônima (Depoimento por e-mail)
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

8 comentários :

  1. Amiga, as coisas da vida...são como mistérios! É uma situação um tanto complexa!
    Sua história é muito interessante.

    Abraços e boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Oii! Entra em contato comigo, se desejar! Tenho uma história (e um senitmento) semelhante e talvez possamos trocar impressões. Meu e-mail: kelly_phoenix@msn.com
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Oi..estou muito feliz por ter encontrado um site que pudesse tirar todas minhas dúvidas, mas o que acontece comigo nem eu sei o que é direito, só sei que é estranho ao meu ver, é tantos mistérios em minha vida que chego a ter duvidas da minha existência nessa vida.
    Pois bem a minha história é longa mas quero desabafar o que eu sinto dentro de mim, e só aqui eu vou poder finalmente contar o meu drama. Tenho 25 anos, bonita, bom é o que falam e nunca namorei, não por falta de pretendentes mas sim pq algo que me trava, posso até gostar me sentir atraída pela pessoa mas eu não consigo, já perdi várias oportunidades boas de me relacionar com pessoas legais e que iriam me fazer feliz, depois de tudo isso vem o arrependimento daquilo que não fiz, mas acredito se não foi pra acontecer é pq Deus não quis.Mas de tudo isso eu tenho um amor platônico bem acredito eu pelo meu primo, desde criança eu gosto dele, nunca chegamos a ficar, namorar ou coisa parecida nada, nada, mas me lembro dos olhares recíprocos, depois de vários anos eu reecontrei ele,fiquei super emocionada, aquele frio na barriga, só de pensar que iria ver ele depois de tanto tempo, mas enfim ele veio com uma surpresa nada agradável, com a sua namorada que já estão mas de 6 anos,qdo vi ele me deu um nó na garganta, mas fiquei orgulhosa na defensiva o tempo todo, e ele super gentil comigo como sempre, eu percebia que ele me olhava de um jeito diferente, e a namorada dele ficava com uma cara feia e tudo. Bom mas o que me intriga é que na última vez que ele veio aqui, ele me deixou com uma pulga átras da orelha, estavamos eu meu irmão, a namorada e uma sobrinha dele, na sala, sua sobrinha estava escutando a músca do restart Te Levo Comigo depois de muito ficar conversando e tentando ao máximo me chamar atenção, ele solta essa musica é bem legalzinha e daí ele olha de um jeito que me deixou nas nuvens, e comentei a apenas a letra que é bonita e ele disse mas é a letra mesmo que eu gostei, nem tinha prestado atenção na música pra falar a verdade,só depois com muita calma que pude percebe que batia muito com o que nós vivemos ou o que ele sente por mim, acredito eu, considerando que meu irmão falou que ele perguntou se eu tinha namorado e que eu era gata, bom isso é um bom começo? to vendo coisa onde não existe? não nego que tem outras pessoas que me atraí, mas depois sempre vem ele na minha mente, tudo que eu faço penso nele, a música escuto sempre, pra mim é um meio de tá perto dele de alguma forma. Isso tudo dificulta ainda mais pq ele mora em outra cidade longe da minha, o que eu faço ? sempre qdo eu penso em me abrir para amor ele me vem a cabeça, fazendo eu desistir de tudo, é como ele fosse uma barreira na minha vida,mas o que fazer? minha tia disse que vão se casar, ele disse pra meu irmão que não vai casar, mas o que acontece comigo? pq desencano de vez com ele? eu to farta de me arrepender daquilo que não fiz, me dá vontade de ir ao trabalho dele, fazer uma visita quero tirar qualquer dúvida que ele me deixou, quero pagar pra ver mas tenho medo, do não, de ser rejeitada, mas eu quero tentar, esse amor de criança voltou tudo de novo, e a música será que ele deixou um sinal pra mim uma deixa digamos, pra eu captar.
    O que eu faço eu sinto que é ele sim minha alma gemêa, penso se não tentar com ele vou ficar com ressentimento de ter deixado a minha felicidade escorrer pelas mãos, eu tento? ou não? ele ta no meu destino, quem tiver a oportuinidade de escutar a letra da música e entender o que acontece na minha vida, eu imagino o seguinte ele ta namorando essa moça mas de 6 anos e ainda não se casaram, será que ele ta me esperando? ou é uma fantasia louca da minha cabeça? que eu inventei pra superar meus medos?

    ResponderExcluir
  4. Olha anônima, sua história é de muita sensibilidade, difícil de falar o que é né??? Mas o amor de alma se reconhece sem muitas explicações. Um breve encontro, um breve olhar, as vezes nem uma troca de palavras...mas está ali, você sente e sabe!!! Tua alma, teu espírito te diz. Vinte e cinco anos sem um namorado, à espera de quê? Não espere mais p/ser feliz, a vida passa rápido. Se abra com a pessoa, se dê a uma chance...Se não for, parta para outra e seja feliz!!!

    ResponderExcluir
  5. eu me-lembro até hoje com william que estudava no colégio quilidiano jardim eu amo muito com o william ele a sumiu mais ele escrveu para mim desperdimos sim aqueles nunca de adeus ele parece ele nunca mais vai voltar com migo mais queria perduar com ele e eu juro nunca mais nao vou brigar com ele e pesei ele parece minha alma gemia eu estou com saudade com ele beijo william um abraço eute amo muito perdao mil vizes ss:adriana

    ResponderExcluir
  6. É possível que um amor verdadeiro sinta dúvidas?
    Não sei se amo meu namorado. Quero muito amá-lo, pois ele me ama e é a melhor pessoa que já conheci. Temos uma história juntos, tínhamos planos... Até essa dúvida aparecer no meu coração.
    Vejo várias pessoas falando "amor de verdade é diferente de tudo o que você já sentiu". Mas o fato é que eu não senti nada antes. Comecei a namorar com 15 anos, hoje tenho 21. Então, antes dele, não me envolvi com ninguém.
    Como faço para descobrir isso?

    ResponderExcluir
  7. aconteceu comigo algo maravilhoso...em uma viagem que fiz para madrid,cheguei em madrid para conhecer e trabalhar por 3 meses apenas,mas no primeiro dia,eu conheci um rapaz que trabalhava em um pub..ele perguntou p mim se eu era brasileira,e eu disse que sim,ele disse que falava portugues e adorava o brasil...enfim...eu nao tava nem ai,queria me divertir,mas do nada eu disse,onde tem um lugar bom p comer depois que a balada fechar?e ele disse na minha casa...kkk e eu loka disse..ha ta bom..entao eu vou p sua casa..nossa foi ai que tudo começou...passamos momentos de muita conversa etal...depois eu ele me levou p casa..fiquei uns dias sem aparecer..e quando eu apareci..ele ficou surpreso...saimos varias vezes..mas eu me apaixonei por ele...ficava pensando nele 24hrs por dia...mas nunca tive coragem de falar do meu amor...e quando eu nao aguentava mais sofrer,porq ele ficava comigo de vez em quando e com outras meninas tb...nao queria nada sério....eu voltei ao Brasil..e demorou um tempo p esquecer ele...mas consegui esquecer...mas foi muito difícil p mim...sofri muito,muito mesmo...mas passou..ainda bem.

    ResponderExcluir
  8. Seria possível reencontrar sua alma gêmea em outra vida? Sinto que perdi a minha nesta vida, por minha culpa, e acho que é tarde demais...Mas sonho que um dia vamos nos reencontrar, mesmo que seja em uma próxima vida...será?

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;