LIVRO TRAZ FERIDAS DO RELACIONAMENTO AMOROSO


Após se tornar referência na web quando o assunto é relacionamento amoroso, o publicitário gaúcho Gabito Nunes decidiu escrever sobre as belezas e desencontros do amor. Em "A Manhã Seguinte Sempre Chega" o autor sai da teorização e discute com bom humor todo o ciclo de um relacionamento. Descreve impecavelmente a complicada arte de se relacionar, pois já sentiu na pele um fim traumático de namoro.

A obra traz retratos do cotidiano de quem ama, mostrando as peculiaridades do dia a dia do casal. Gabito Nunes relata todos os estágios do relacionamento, iniciando na melhor fase do namoro, passando pelo pior da rotina e preparando a alma para o novo amor.

Em entrevista, o autor fala sobre amor e dá dicas para superar o fim de uma relação.

*

O que te inspirou a escrever um livro sobre relacionamentos?

Gabito Nunes: Talvez por ter crescido em meio a várias figuras femininas, sempre me interessei pelo assunto. Meus ideais de amor romântico sucumbiram muito cedo ao ver relações sólidas se desfazendo por todos os lados. Eu era um dos únicos na escola cujos pais não eram divorciados e me sentia meio de lado com isso. Diante do meu fim mais traumático, passei a escrever no assunto, talvez pra organizar as ideias. E desse rompimento, eu desenvolvi este suposto talento. Eu não planejei nada, as coisas foram simplesmente acontecendo, levando uma coisa à outra, até chegarmos ao livro "A Manhã Seguinte Sempre Chega". Na verdade, fui engolido pelo mercado editorial depois de conquistar milhares de leitores de meus textos publicados na web. Foi inevitável, fluiu como um amor deve fluir. Sem nunca vislumbrar as manhãs seguintes que sempre chegam.

Qual a maior dificuldade de um casal?

A comunicação, sem dúvida. No sentido macro da questão. As mulheres se queixam que os homens não a entendem, mas a recíproca também é verdadeira. Mas ninguém dá muita bola pra isso, é cultural que deixemos pra lá. E no meio de tudo, as pessoas vão se separando, se abandonando, se desencontrando. É preciso assistir e assimilar coisas como o filme "Fale com Ela", do cineasta Almodóvar. É preciso dar um pouco mais de si, prestar mais atenção ou, de fato, se interessar mais pelo outro.

Qual a principal característica do amor verdadeiro?

Amor verdadeiro é simbiose. Vida em comum, por isso tão raro. É um mundo recheado de acesso, inovação e possibilidades. O desejo contínuo perde o sabor. Mas tudo são interpretações a partir da nossa própria experiência. Nada é sólido na vida, nossa visão é subjetiva, por vezes turva. Nos apegamos ao amor verdadeiro, precisamos da segurança, da aventura, do encantamento. Amor é presença e estado de espírito.

Como se erguer após uma decepção ou fim do relacionamento?

Escreva um livro. É uma ótima experiência, como uma vingança saudável. Brincadeiras a parte, é preciso viver a dor, o luto e voltar a andar dando um passo de cada vez. O rompimento não é o fim de nada, é um renascimento e a tendência é sairmos logo correndo. É preciso engatinhar para dar sustentação à vida só, com as próprias pernas. Então caimos outra e outra vez. Não aprendemos a andar. Viver intensamente, como a sociedade regada a autoajuda e motivação prega, também compreende aprender a sofrer, mastigar cada fase do ciclo de vida do amor.

Existe relação perfeita?

Olha, se existe não me apresentem, deve ser chata pra caramba. Minha linha de escrita é bonita porque é real, tento mostrar o quanto os defeitos e manias podem ser encantadores. Nada é perfeito em solo terrestre, o que existe são casais que desafinam muito raramente e já sabem como contornar uma crise ou indisposição.

Quando identificar que um amor chegou ao fim?

Se a gente parar pra analisar, sempre sabemos quando utrapassamos a linha limite. Mas somos resistentes, não queremos abrir mão do que é passado e nem existe mais, como se lembranças fossem sólidas. Seguimos vivendo mentiras embasados e apegados a uma vida que foi parar no vácuo. Esquecer jamais, mas o amor não é requentável, reciclável. Disse uma vez Machado de Assis "ninguém ama a mesma mulher duas vezes", o mesmo vale pra ambos. Fim é fim, não existe vida após a morte de uma relação. É o fim quando aquela música que embalava a paixão e ternura, agora machuca. Ninguém deveria viver daqui a diante infeliz porque um dia já foi feliz. Tolice.

Qual a principal diferença que você destacaria entre homens e mulheres?

Mulheres são mentais, metafóricas, poéticas. Homens são carnívoros, literais, táteis. Mulheres gostam de homens e vive-versa, então a divergência já começa aí. A mulher é circular, o homem é reto. A mulher é contraditória, homem é perene. Mas o ponto factual é que mulheres não obedecem seus próprios hormônios e isso as deixa confusas. Suas revoluções contemporâneas não tem o aval da própria natureza. Se dizem que não precisam de amor, filhos, o corpo desmente. O homem é mais simples, bobo, previsível. Por isso as mulheres se entediam tão fácil. (Imagem: por yoga - photowork)

"A Manhã Seguinte Sempre Chega"
Autora: Gabito Nunes
Editora: Leitura
Páginas: 240
Quanto: R$ 29,90
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

3 comentários :

  1. Amei a entrevista...Muito interessante.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  2. Um livro importante para todas as pessoas, tanto para os apaixonados como para os que irão se apaixonar.

    ResponderExcluir
  3. Um livro importante para todas as pessoas, tanto para os apaixonados como para os que irão se apaixonar.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;