SOFRER POR AMOR PODE SE TORNAR UM VÍCIO

Uma nova pesquisa sobre o cérebro diz que a rejeição de um amor pode ser semelhante a de ter de se livrar de um vício. Os pesquisadores descobriram que, enquanto olham para as fotografias dos antigos parceiros, por exemplo, homens e mulheres com o coração partido ativam regiões no cérebro associadas com recompensa, ânsia do vício, controle das emoções e sentimentos de apego, dor física e angústia.

Os resultados do estudo explicam os motivos que tornam muito difícil para algumas pessoas superar uma separação. Também esclarecem porque, em alguns casos, as pessoas partem para atitudes extremas depois de perder o amor, como perseguições e assassinatos.

A boa notícia, também descoberta no estudo, é que o tempo cura a dor dos corações rejeitados. Quanto mais o tempo havia passado desde a separação, menor atividade era encontrada em uma região do cérebro associada ao prazer e à recompensa.
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;