SEXO, AMOR, PAIXÃO, ENDORFINAS E BOBAGENS

"A paixão, como descrita pela ciência, é um estado fisiológico, com sintomas psíquicos e físicos, em que há uma intensa atividade cerebral e hormonal muito semelhante à do vício por uma droga, como a cocaína. O julgamento crítico, o discernimento, e a racionalidade em relação ao parceiro estão muito reduzidos, especialmente nos primeiros meses." É assim que a médica Cibele Fabichak, autora de "Sexo, amor, endorfinas e bobagens" (Ed. Novo Século), define o estado de enlevo que se apossa dos amantes de forma avassaladora, mas tem prazo para acabar: no máximo quatro anos.

AS TRÊS FASES DO AMOR: "O que a ciência tem nos mostrado é que o amor, do ponto de vista biológico, tem três estágios independentes. O primeiro é o desejo ou luxúria, a busca da satisfação sexual, comandada por hormônios sexuais, principalmente a testosterona, sem uma elaboração emocional maior. O segundo estágio é o do amor romântico ou paixão, da atração física e sexual. Esta fase é marcada por uma cascata de substâncias, como noradrenalina, endorfina, serotonina, e também testosterona, estrógeno e progesterona. O terceiro estágio é o da construção gradual do vínculo duradouro, o amor propriamente dito. Nesta fase há a ação do hormônio oxitocina na mulher e vasopressina no homem, os hormônios do vínculo."

" A paixão, esse estado de alteração mental e física muito característico, dura de 12 a 48 meses "

A ORDEM DOS FATORES: "Os três estágios do amor geralmente ocorrem nesta ordem, mas não necessariamente. E não necessariamente com a mesma pessoa. É possível ter um vínculo muito forte com o marido, mas sentir desejo por um colega de trabalho e estar apaixonada pelo vizinho."

PAIXÃO: "Vários estudos, tanto americanos quanto europeus, chegaram à conclusão semelhante: a paixão, esse estado de alteração mental e física muito característico, dura de 12 a 48 meses. A média é de dois anos. Outros elementos, não só os químicos, influenciam, claro, como o lado psicológico, as personalidades, o histórico de relacionamentos, o grau de expectativa que cada um cria, o tipo de educação, o relacionamento que teve com os pais, a cultura, que é muito importante."

VIVER APAIXONADO: "Para o cérebro, existe um limite da perpetuação disso, é fisiológico. Por mais que queiramos, o cérebro não consegue manter esse turbilhão de hormônios por muito mais tempo. É biológico, não tem como. A não ser que perpetue de forma patológica, transtorno obsessivo-compulsivo, amor patológico."

COMO UM VÍCIO: "Na fase da paixão, algumas substâncias no cérebro se alteram. As endorfinas, a adrenalina, a noradrenalina e a dopamina aumentam, enquanto a serotonina diminui. Este equilíbrio de substâncias acontece de forma semelhante no transtorno obsessivo compulsivo e no vício por drogas, como cocaína. Ou seja, a paixão é um estado semelhante ao de um vício em uma droga. E está na fronteira com transtornos. Uma linha de pesquisa italiana está estudando justamente o momento em que a paixão se torna patológica e salta para o transtorno."

CEGUEIRA APAIXONADA:"Essa química cerebral alterada, esse turbilhão todo, faz com que o sistema límbico, a central das emoções, fique tão alterado que distorça a visão do parceiro escolhido. Faz com que o apaixonado sinta uma onda de prazer tão forte cada vez que entra em contato com o eleito que passa a associar uma coisa à outra. Então, não enxerga defeitos no apaixonado. Pensamentos obsessivos e de posse sexual são outras características desta fase."

" A paixão é um estado semelhante ao de um vício em uma droga "

TRUQUE DA NATUREZA: "Quando as alterações hormonais acontecem, a pessoa entende que aquele ser é uma grande fonte de prazer. Com isso, não vê defeito no outro, cria uma dependência emocional e isso gera um estado de profunda ligação entre o casal. O grande objetivo da natureza é, justamente, produzir uma rápida e profunda ligação entre as duas pessoas para que se reproduzam e mantenham a espécie. É difícil imaginar uma traição neste momento."

TRAIÇÃO: "Pode acontecer a qualquer momento, desde o primeiro estágio, em que é possível sentir desejo por diversas pessoas. No pico da paixão, nos primeiros meses, a infidelidade tem uma possibilidade menor de acontecer porque toda a química está voltada para fazer com que o indivíduo fique obsessivamente ligado naquele outro específico. Mas não quer dizer que não ocorra. E claro que, à medida que o vínculo se desenvolve, a infidelidade pode acontecer. Lembrando que, do ponto de vista biológico, bem pragmático, a traição pode ter vantagens tanto para homens como para mulheres, no que tange a chances maiores de reprodução da espécie."

ESCOLHAS BIOLÓGICAS:"Inúmeros elementos fazem parte do grande momento da paixão, tanto físicos, quanto psicológicos e ambientais. Mas o que a biologia tem nos mostrado é que a atração, o primeiro contato, passa basicamente pelos cinco sentidos. Isso significa que não temos controle voluntário e consciente sobre essa escolha. (Pela visão, tato, audição, olfato e paladar é possível saber, inconscientemente, a compatibilidade genética e do sistema imunológico, o parceiro mais fértil, entre outras informações fundamentais para a reprodução da espécie)."

A partor de O Globo. Leia no original
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

4 comentários :

  1. estou apaixonada por uma pessoa mas o meu ciclo reprodutivo está a acabar e vejo-o como alguém pra viver o amor incondicional e não como um perpétuador da espécie.....

    ResponderExcluir
  2. eu amo meu primo mas agente nao pode ficar junto um do outro

    ResponderExcluir
  3. eu amo ele intesamente um calor que surgi mo meu corpo quando mos vemos se entregamos um para o outro sem duvida do que queremos

    ResponderExcluir
  4. É INTERESSANTE CERTOS ACONTECIMENTOS DA VIDA, TODA A MINHA VIDA EU FIQUEI SOZINHA SEM NENHUM RELACIONAMENTO AMOROSO,PORÉM COISAS ESTRANHAS ACONTECERAM OU SIMPLESMENTE DESTINO.
    NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS TENHO TIDO UMA VIDA PROFISSIONAL NADA ESTÁVEL, PORÉM EM UM DIA QUALQUER FUI FAZER UMA ENTREVISTA DE EMPREGO PASSEI NESSA ENTREVISTA E COMECEI A TRABALHAR, MAS PARA A MINHA SURPRESA O MEU CHEFE ERA UM HOMEM PELO QUAL NO DIA DA ENTREVISTA O VI E ME SENTI MUITO ATRAÍDA E PERCEBI QUE O MESMO OCORREU COM ELE.
    ISSO ME FEZ PENSAR MUITO, COMO PODE COINCIDÊNCIAS TÃO GRANDES ACONTECEREM ?...ENFIM TODA VEZ QUE NOSSOS OLHOS SE CRUZAM HÁ UMA TENSÃO E ATRAÇÃO MUITO FORTE, AS VEZES ME SINTO MAL, MESMO NADA EFETIVAMENTE TER OCORRIDO ENTRE NÓS MAS O DESEJO É EXPLICITO E PARA PIORAR ELE É CASADO.
    PEÇO A DEUS QUE TIRE ESSE HOMEM DA MINHA MENTE MAS ESTÁ DIFÍCIL TENHO QUASE CERTEZA QUE, SE HOUVER ALGUMA APROXIMAÇÃO MAIS FORTE NÓS VAMOS CAIR EM TENTAÇÃO.MAS PARA PIORAR A SITUAÇÃO TENHO OUTRO CHEFE PESSOA DE MUITO BOM CARATER QUE DEMOSTRAR DE VÁRIAS FORMAS QUE ESTÁ INTERESSADO EM MIM, NUNCA FALTOU COM O RESPEITO COMIGO MAS PERCEBO DE SÚTIL O SEU INTERESSE POR MIM.
    ESSA SITUAÇÃO ESTÁ ME DEIXANDO MUITO CONFUSA POIS NÃO QUERO MISTURAR AS COISAS, ESPERO QUE TUDO FIQUE EM SEU LUGAR, NÃO QUERO CAUSAR SOFRIMENTO PARA NINGUÉM E NEM SOFRER. ESPERO QUE DEUS ME DÊ SABEDORIA PARA LIDAR COM ESSA SITUAÇÃO.
    SOU UMA MULHER MUITO DIGNA, NUNCA IMAGINEI PASSAR POR ISSO, ESTAR INTERESSADA EM UM HOMEM CASADO.O PIOR DE TUDO É QUE ELE ALIMENTA ESSE DESEJO A CADA VEZ QUE OLHA PARA MIM.
    OBRIGADA POR LEREM MINHA PEQUENA HISTÓRIA, PRECISAVA DESABAFAR ISSO COM ALGUÉM...FIQUEM COM DEUS.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;