Durante essa noite fiquei pensando se deveria colocar um texto que já estava pronto ou se compartilhava com vocês mais uma historia real. Depois de pensar bastante resolvi escrever essa historia de amor, onde não colocarei o nome real das pessoas envolvidas, por questões de preservar esse lindo Amor! Por isso vou colocar nesse casal o nome de 2 personagens do filme “Um Amor para Recordar” onde ele será Landon Carter, e ela Jamie Sullivan. 

No inicio do mês de dezembro de 2005, o então solitário e sempre sonhador Landon, já não aguentava mais viver em meio aquela solidão, afinal Landom sempre foi um homem romântico, sonhador, e que sempre acreditou que um dia iria encontrar o seu grande amor.

Com isso Landom resolveu entrar em uma aula de dança, chamada Zouk, pois ele sempre gostou muito de dançar e isso era uma das atividades que ele mais gostava. Foi então no 1º dia de aula, quando Landom acabara de entrar na sala, que ele se sentiu totalmente atraído por uma garota, sentada bem no canto, sozinha e com o olhar aéreo, batendo os pés no chão e demonstrando tamanho nervosismo.


Landom sentiu naquele momento que suas pernas haviam ficado moles e seu coração começado a bater cada vez mais forte, e nesse momento ele não teve duvidas que ali estava a mulher da sua vida. Nesse momento a professora chamou todos e pediu que cada um escolhesse seu par, e foi ai que Landom sem pensar foi de encontro com Jamie, a garota pela qual ele já estava totalmente envolvido.


Nesse momento os dois trocaram suas primeiras palavras que foram: Prazer, me chamo Landom, e você? Eu me chamo Jamie e estou muito nervosa, mais acho que vou me sentir bem com você. Depois de uma semana de aula, Landom e Jamie já estavam totalmente envolvidos e cada vez mais íntimos, com isso começaram a ter um relacionamento um tanto precoce, porem com muita intensidade a cada dia que se passava.



Jamie era uma menina adorável, meiga e acima de tudo muito companheira de Landom, e eles amavam a dança, pois foi através dela que esses dois corações se uniram.


Eles se apresentavam em vários lugares e sempre comoviam o publico com a sensualidade e amor que eles dançavam, afinal ali não era somente um casal de dançarinos, mas sim um casal apaixonado e cada dia mais dependente um do outro.

O que posso dizer é que durante dois anos Jamie e Landom viveram intensamente esse amor, e nunca, simplesmente nunca, se desentenderam, afinal eles amavam cada pedaço um do outro. Jamie com seu jeito meigo e Landom com seu jeito romântico sonhador.

Infelizmente, no fim do ano de 2007, chegava o fim desse relacionamento, porque Jamie teria que se mudar para outro país com seus pais e com isso deixaria para trás aquele amor construído e vivido durante dois anos com Landom.


Landom sofrera muito com a notícia de que iria perder seu grande amor, e com isso se deixou levar pela fraqueza do espírito e caiu em uma forte depressão. Antes de tudo acabar, eles proporcionaram um momento lindo e mágico, dançando pela ultima vez a dança que os tornou alma gêmeas, o Zouk, e nessa ultima dança muitos disseram que eles praticamente fizeram amor dançando, em meio a lágrimas, desejo, suor e respiração. Jamie foi embora, mas durante os últimos 2 anos se comunicava com Landom por e-mail e os dois sempre se declaravam apaixonados e ainda sonhavam que um dia poderiam novamente estar juntos. Durante algum tempo Jamie parou de escrever, fazendo com que Landom pensasse tantas coisas absurdas como: "ela encontrou outra pessoa, ela não me amava de verdade".


E foi assim que numa certa noite, Landom acordou assustado com o barulho do telefone tocando e quando atendeu era a mãe de Jamie, com uma voz triste e demonstrando estar chorando que lhe deu a noticia que ele jamais pensou escutar: “Landom meu querido, a nossa Jamie morreu. Ela estava doente a 9 meses e nunca me deixou te contar nada , pois sabia que a sua loucura e amor por ela iria fazer você vender tudo que tinha para vir atrás dela, e ela não queria acabar com sua vida. Landom, a Jamie estava com Leucemia e o que a manteve viva durante todo esse tempo foi o Amor que ela sentia por você”.

Nesse momento Landom se viu diante da pior noticia da sua vida, e entrou em choque. Não conseguia se quer falar um “oi” no telefone e foi ai que ele simplesmente começou a chorar copiosamente conseguindo dizer apenas:”Eu não acredito que minha Linda Jamie se foi. Ela não pode fazer isso comigo, eu não posso viver sem o amor da Jamie. Me ajuda..., me ajuddaaa...” Então a mãe de Jamie o pediu desculpas, mas precisava desligar porque não conseguia mais ouvir a voz de sofrimento de Landom.


Essa é a história resumida desse lindo casal, que se conheceu através da dança e que viveu durante dois anos um amor tão bonito e tão verdadeiro, que jamais será esquecido.Fico por aqui e só tenho algo a dizer pra vocês caros leitores e amigos. Jamais deixe de viver um grande amor, lute por ele, não tema nada, não coloque limites para realizar algo em benefício desse amor.  

“O amor é paciente, é bondoso; o amor não é invejoso, não é arrogante, não se ensoberbece, não é ambicioso, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda ressentimento pelo mal sofrido, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;