'ESTOU NOIVA E AMO OUTRO' - SEUS DOIS PROBLEMAS

"Tenho 27 anos, já namoro há 7 anos e meio e sou noiva há seis meses. Nunca amei o meu namorado, mas o tempo foi passando eu me acostumei com ele e a gente ia até se casar. Mas a minha vida nos últimos meses parece que virou do avesso. A historia é essa: estava olhando as fotos do Orkut de uma amiga minha, quando vi a foto de uma pessoa e a imagem dele não mais saiu de meu pensamento. É uma coisa muito estranha, sem explicação. Não comentei com minha amiga, só perguntei quem era ele. O tempo foi passando e tudo isso ficando cada vez mais forte, até que adicionei-o ao meu Orkut e ele me pediu o MSN. Na nossa primeira conversa ele me perguntou como o tinha achado e disse que o achei “bonitinho”. A gente se falava com freqüência, quando descobri que ele tem uma namorada. Nada muito sério, mas ele gosta dela.
Um dia eu estava muito angustiada e desabafei. Ele foi muito atencioso comigo. No momento fiquei feliz; mas a angustia acabou aumentando, afinal agora ele sabe de tudo. Depois de tudo isso , não consigo nem mais olhar para o meu noivo. Na minha cabeça só tem ele. É como se ele já fizesse parte da minha vida, embora a gente nunca tenha se visto pessoalmente. Não tenho duvida do que eu sinto por ele; é algo que jamais sentirei por outra pessoa.
Não tenho ninguém pra me ajudar. Será que ele é a minha alma gêmea??? Eu sinto isso !!! Mas se é, porque não sente o mesmo que eu? O que faço da minha vida. Não agüento mais." (J. - do Grupo Amor de Almas)

Na verdade você trata de dois problemas como se fosse um. Reconheço que isto não é uma notícia muito promissora, mas o fato é que o drama que você coloca pode e deve ser analisado separadamente. Primeiro, seu namoro de sete anos, que como tantos outros derivou para o comodismo e apresenta um noivado e um casamento como fatos consumados. De outro lado, um amor que surge do nada (como, aliás, todos os amores) e que parece arrebatador e imperdível. 

Quanto a seu relacionamento, a falha principal é a ausência de amor, que embora você não conhecesse até então, nunca poderá ser confundido com afeto, cumplicidade, pena ou mera comodidade. Você e seu namorado caíram nessa armadilha e, por uma série de razões (medo da solidão, desejo, pressão familiar ou dos amigos), foram “levando” um encontro que talvez nunca tenha sido apaixonado. São os males da convivência quando deixamos de sonhar com o amor. Acabamos nos deixando enredar por namoros sem personalidade, nos quais o mais afetuoso que podemos dizer é que estamos “acostumados” com o outro. Um erro. E um erro que pode ser fatal se acabar em casamento, um casamento invariavelmente infeliz ou, na melhor das hipóteses, insosso, sem vida, sem alegria.

Posso estar parecendo dura, mas se assim não fosse certamente não haveria espaço para a chegada de alguém. E nem digo alguém especial. Pode ser que este rapaz que conheceu sequer seja seu amor de almas; pode ser que o encantamento inicial passe, tão repentinamente quanto surgiu. Mas demonstra, evidentemente, que há algo errado na sua vida amorosa. 

Então, o primeiro passo é resolver um problema por vez. Não condicione seu futuro relacionamento com o atual, pois estará criando vínculos que não existem e que apenas trarão remorso, dor e arrependimento. Pense que se algo não vai bem em seu noivado não é por causa desse amor que surge, mas sim porque não há uma afinidade legítima. E, se estou correta, o melhor caminho é interromper este caminho que a levará ao desastre ou à incerteza de saber se “poderia ser diferente”. 

Já, quanto ao amor que surge, não o responsabilize pelas suas decisões. Se decidir romper seu noivado, apenas comunique a ele e se distancie. Se sentir o mesmo por você, saberá que o está esperando e qual a atitude que terá que tomar. O fato de este homem ser ou não seu amor de almas não quer dizer que esteja no “mesmo momento” que você. Talvez ambos sejam almas afins, mas em tempos diferentes e a união perfeita aconteça nessa ou apenas em outra vida. Mas como dissemos em outra postagem (Se era realmente amor, porque acabou?), devemos encarar o amor como um sonho possível e apostar nele. Há o risco do desencantamento, mas é imensamente menor que a frustração de não ter tentado e, ainda que este não seja seu “amor verdadeiro”, estará livre para tentar novamente e leve ao saber que fez a sua parte em favor da felicidade. Mas a regra básica é “não force”. Não exija o amor, não cobre, não provoque pena ou compaixão. O amor de almas é precioso e não merece isto.

Imagem : por h.koppdelaney
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

6 comentários :

  1. Olá,

    Muito boa a resposta.
    Estou passando pelo mesmo problema, só que sou casada a 5 anos e tenho 2 filhos.
    Reencontrei um ex namorado e começamos a conversar e falamos tudo o que sentiamos um para o outro.
    Estou sofrendo bastante tbm. Acho que vou acabar me saparando. Meu marido e eu estamos passando por problemas e decidi que não quero passar por isso a minha vida toda.

    Não foi só por causa desse amor que decidi, mas estou certa de que ajudou bastante.

    Amiga, se vc ama outro, não se case, pois certamente se arrependerá depois. Siga o seu coração. Pense bastante antes!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. ola estou passando por isso sou casada a24 anos e amo outro mais tenho q ficar por meus filhos mais doi muito felicidade a vc porq nao sou feliz siga o seu coracao

    ResponderExcluir
  3. oi,tenho 36 anos e a quase seis moro com um rapaz,no começo foi paixão ,loucura..tudo eu ahava que era amor com o tempo e as brigas meus sentimentos foram mudando,mas não consigo deixa-lo tenho a necessidade de orienta-lo de ajuda-lo a fazer o que é certo,quando sai de perto dele só acontece coisas ruins pra ele...e eu consigo ficar bem ,volto pra ele minha vida desaba...o pior é que se ele fica mal,eu sinto...sinto as dores que ele sente as afliçoes no começo eu achava bonito,mas agora fico mal...chego a pensar que tivemos ligaço~es em outras vidas...

    ResponderExcluir
  4. Excelente resposta!
    Também estou passando pela mesma situação...
    Estou noiva há muitos anos e prestes a me casar, mas estou apaixonada por um antigo colega de trabalho.
    Já ficamos juntos algumas vezes e nossa sintonia é perfeita, parece que fomos feitos um para o outro, mas meu noivo me ama muito e não sei o que fazer, pois ele é uma pessoa maravilhosa e tenho medo de me arrepender.
    Help!!!!

    ResponderExcluir
  5. Tbm estou na msm...
    Noiva a 1 mês 1 ano de namoro.
    Mas amo outro. Um amigo,que virou amante (ele é casado)
    No começo achei que o amava,mas as brigas constantes me fizeram perder esse sentimento.
    Me caso daqui 1 ano.
    Ele é super atencioso e sei que me ama...mas eu não o amo!!
    #PERDIDA

    ResponderExcluir
  6. Eu passo pelo mesmo namorei 2 anos com uma pessoa que foi meu primeiro tudo, mais por causa da distância de uma hora entre a minha cidade e a dele , acabamos nos distanciando , nosso amor e lindo agente se completa em tudo NIS a.amos muito, maus devido ele vir pouco me ver , a minha família começou a cobrar muito , foi quando ele se sentiu avoado e passamos a nos ver escondidi, minha familia n entendia q ele trabalhava demais, foi ai q apareceu uma pessoa q logo me pediu em namoro , e estamos ha 5 meses juntos ee ele já marcou a data do casamento, meu ex ficou arazado arumou , uma que mora ha 4 horas de distância da cidade dele , ele não ha ama , porem estão cinco meses juntos e ela ta gravida de 4 meses , eu sei q erei na carência pois ele n vinha me ver , apesar q NIS falávamos todos os dias , Nos ainda nos amamos muito , ele quer impedir meu casamento , eu n quero casar , mais meu pai minha mae estão radiante com o casamento, meu pai tem gastado muito ,ele e uma ótima pessoa , só q aconteceu tudo de pressa e não e ele q eu amo , q me da friu na barriga, q me emociona, eu amo meu ex e ele me ama e sei q igual oque sentimos um pelo outro n sentiremos nunca maus , não sei oque fazer e o casamento ta marcado pra julho de 2015 , to desesperada não quero ser infeliz!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;