Com a proximidade do Dia dos Namorados, muitos pombinhos apaixonados já planejam como e onde vão comemorar. Mas alguém sabe de onde vem essa tradição? Em vários países, como EUA, Itália e Canadá, a data é festejada dia 14 de fevereiro, em homenagem a São Valentim (Valentine’s Day) – santo devoto do amor. No entanto, no Brasil, a data escolhida foi o 12 de junho, e não por acaso. Esse dia é a véspera do dia de Santo Antônio – o conhecido santo casamenteiro.

Apesar do dia ser bem sugestivo essa tradição teve inicio no país por outro motivo bem diferente da celebração do amor. Em 1949, a extinta loja Clipper encomendou ao publicitário João Dória, até então funcionário da Agência Standart Propaganda, uma campanha com objetivo de melhorar as vendas no mês de junho, época em que os comerciantes amargavam prejuízos por conta da falta de vendas.

Assim foi feito e, com o slogan da campanha “Não é só de beijos que se prova o amor”, a agência não só criou o dia dos namorados como ganhou o título de agência do ano. E a moda pegou e virou tradição, para alegria dos comerciantes.

Desde então 12 de junho se tornou a data especial para apaixonados trocarem presentes, cartões e celebrarem o amor.
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

2 comentários :

  1. Gostei muito da informação, pois não sabia e agora matou a minha curiosidade sobre o assunto. Abraços e até mais...

    ResponderExcluir
  2. eu gostei muito de saber deste dia !!!!!]

    mas eu gostaria mais ainda se vc falacem +

    + informações !!!!!!

    at´ mas...

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;