– Ali, exatamente naquele local, o Amor foi assassinado – disse o velho camponês, apontando para uma pequena ermida encravada nas rochas.

(...)

– Faz muitos séculos, uma princesa que fazia o Caminho de Santiago, Felícia de Aquitânia, resolveu renunciar a tudo e ficar morando aqui, quando voltou de Compostela. Era o verdadeiro Amor, porque dividiu os seus bens com os pobres da região e cuidava dos enfermos.

(...)

“Então seu irmão, o Duque Guillermo, foi mandado pelo pai para levá-la de volta. Mas Felícia recusou. Desesperado, o duque apunhalou-a dentro da pequena ermida que você vê ao longe, e que ela construíra com as próprias mãos, para cuidar dos pobres e louvar a Deus”.

“Depois que caiu em si e percebeu o que havia feito, o Duque foi a Roma pedir perdão ao Papa. Como penitência, o Papa o obrigou a peregrinar até Compostela. Foi então que algo curioso aconteceu: na volta, ao chegar aqui, ele sentiu o mesmo impulso e ficou morando na ermida que a irmã havia construído, cuidando dos pobres até os últimos dias da sua longa vida”.

Trecho do livro "O Diário de um Mago", de Paulo Coelho
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;