Quando penso em tí
Vejo ainda um menino com olhar maroto, curioso...

Penso em um sorriso que na verdade meu olhar já não alcança,
As lembranças perderam-se no tempo e
minha memória já não pode mais desenhar com perfeição seu rosto, seus olhos
Mas o que minha memória não alcança
Meu coração abraça, aconchega e faz nele tua morada


Sim, você mora no meu coração
Em um lugar jamais habitado e que pertence somente a ti

Ainda que a distância de uma vida inteira persista entre nossos corpos
Você fala diretamente ao meu coração
Sua morada eterna em meu coração me faz sentir seu cheiro

Ainda que não possa ouvir tua voz sinto que fala quando em sonhos você me sorri
Consigo tocar sua pele e meus dedos levemente viajam sobre suas marcas
Marcas que a vida te deu sem ter me dado a chance de compartilhar
Essa sua morada no meu coração

É que me faz sonhar, viver, sentir vontade de viver sem medo de partir
Porque na minha partida você estará comigo
Dentro do meu coração...te amo com a alma

Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

1 comentários :

  1. rositamaria67@yahoo.com.brjaneiro 11, 2009

    meu nome e rosa tenho 39 anos gostaria de conhecer alguem especial que
    acredita em amor eterno nao tenho filhos .beijos.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;