"Ao Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Amor de uma das Varas do Coração da comarca de NatalNAMORADA, brasileira, advogada, residente à Rua da Felicidade, nº 000, bairro Céu do Amor, nesta Capital, em causa própria, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência propor a presente AÇÃO DE DECLARAÇÃO DE AMOR para NAMORADO, residente e domiciliado à Rua Lugarzinho nº 000, bairro Apaixonado, Natal, CEP 00000-000, tendo em vista os fundamentos jurídicos e os fatos adiante aduzidos.

I. Dos Fatos

I.1 - A declarante conheceu o Sr. Namorado no Carnaval de 2001, onde ambos pularam no Bloco Jerimum.

I.2 - À primeira vista, a peticionária não pretendia se envolver com ninguém, tinha saído de um relacionamento doloroso e estava a fim de se divertir com uma amiga - ver rol de testemunhas.

I.3 - Mas, nos dois dias em que participou do referido bloco, este homem tentou de todas as formas conquistá-la, sem êxito, pois a Sra. Namorada mostrava-se irredutível ao seu charme. No entanto, na última volta do bloco, ao final do corredor da folia, o declarado se dirigiu mais uma vez à declarante, convidando-a para dançar a última música, pois era um domingo de carnaval. A declarante aceitou, tendo em vista a insistência do rapaz. Mas o mesmo não se contentou e pediu também o número do telefone da peticionária; ela, pensando que o rapaz não iria decorar o número, deu-lhe o real número telefônico" (...)......................

Parte da petição que ganhou um concurso de declaração de amor realizado pelo Jornal “Diário de Natal”, em alusão ao Dia dos Namorados. Veja texto na íntegra ou peça por e-mail.
Compartilhe no Google Plus

Sobre João Casmurro

Esta não é uma página pessoal. Todo o material é compilado por uma equipe de colaboradores, coordenada pela editora Ana Carolina Grignolli, jornalista especializada em comportamento.
    Deixe seu comentário
    Comente no Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Amor de Almas é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

A REDAÇÃO:

1. não se responsabiliza pelos comentários dos frequentadores do blog;
2. se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas Regras ou às normas legais em vigor;